domingo, outubro 16, 2005

A Madre Teresa de Calcutá das Putas

O menino Master Minder anda mesmo irritado com a vida, não admira que seja alvo de ataques no seu blog. Primeiro tentou convencer-me a apagar comentários que outras pessoas lhe fizeram aqui na minha página, e eu isso não posso admitir porque no meu blog mando eu. Depois, como não lhe fiz a vontade, ameaçou que me ia tirar dos seus links, como se isso me provocasse algum incómodo. Podem comprovar o que digo, basta verem os comentários ao post "Marcado a fogo e calcado". Agora o querido Master Minder deu em censurar qualquer resposta que eu lhe dê no seu blog e insiste em apagar os meus comentários. A censura é uma coisa muito feia e o seu azedume é próprio de quem sofre de carência de cona. Mas não desespere, menino Master Minder: já lhe disse que pode contar aqui com a Zézinha, por caridade até a piça lhe chupo enquanto lhe meto um dedinho no rabo. Sou a Madre Teresa de Calcutá das Putas. Ah, e achei muito querido da sua parte que se tenha dado ao trabalho de colocar comentários anónimos no meu blog. Gosto do seu tom de fedelho ofendido, e confesso que até me vim duas vezes à sua conta. Só por isso merece que lhe dê o rabo e, se pedir com jeitinho, até lhe faço uma mijinha quente no peito como sei que o querido gosta. É que as pessoas que utilizam o tipo de linguagem que o querido usa nos mails que me envia, tão diferente do tom com que escreve publicamente, costumam gostar de pratos exóticos como o golden shower que, por sinal, é mais uma das especialidades aqui da Zézinha. Sou uma mijona, e até larguei duas ou três pinguinhas de tanto rir com as suas ameaças. Volte sempre, Master Minder porque, ao contrário de si, eu sou uma mulher justa e generosa, como o são todas as putas dignas desse título.

28 Comments:

At 2:51 da manhã, Blogger Master Minder said...

És mais burra do que eu imaginava, para além de teres um nível baixíssimo. Primeiro, apenas escrevi o segundo comentário, ok? Segundo, a questão segue para os órgãos competentes no caso: Google e Blog.com.pt. Cumprimentos.

 
At 3:02 da manhã, Blogger Zézinha said...

Ó querido, eu dessas coisas de Google e afins pouco ou nada sei, a única experiência que tenho nesta coisa da internet, para além deste blog, são duas semanas em que trabalhei na Holanda para um site de sexo ao vivo em que me diverti à grande. Quanto a isso de dizer que tenho um nível baixíssimo, já estou acostumada, rapazolas como você só gostam aqui da Zézinha quando ela os está a fazer vir. Depois da festa feita, querem lá saber de mim. Mas não me queixo, são ossos do ofício.

 
At 3:10 da manhã, Blogger Master Minder said...

Treta e conversa fiada e é a última vez que te dirijo a palavra. Primeiro nem sei se és uma ela. Segundo, o nível é muito baixo não por seres puta de profissão (que nunca utilizei, não preciso de utilizar e não penso nunca vir a utilizar. Universos diferentes, entendes?) mas sim, na minha humilde opinião, por o seres nas tuas atitudes. És também ignorante e muito se não sabes que pelo menos o spamming (não precisas que te explique do que se trata, certo?) constitui crime. Cumprimentos.

 
At 3:39 da manhã, Blogger Zézinha said...

Mas afinal porque é que o querido está tão irritado com a Zézinha? Só porque não apaguei os comentários que deixaram no meu blog dirigidos a si? O querido tem um feitio terrível, ai tem tem. E agora desculpe, mas tenho de ir trabalhar. Beijinhos.

 
At 4:00 da manhã, Blogger Master Minder said...

Bom "trabalho". Já respondi no meu blog. Não com artigos inteiros, naturalmente, já que não me dedico ao insulto rasteiro e à mentira fácil e não pretendo afugentar os meus leitores com palermices.

 
At 2:06 da tarde, Anonymous Blog.com.pt said...

Colocando-me totalmente de parte da discussão em causa, sou a informar, como responsável pelo Blog.com.pt, que nada temos a ver com os comentários que os vários utilizadores fazem nos Blogs uns dos outros.

Nem nós, nem o Google, nem ninguém.

Os blogs são pessoais. O Blog.com.pt apenas é um directório de blogs e o Google um motor de busca.

A internet é (ou devia ser) 100% livre, e a liberdade de expressão é o mais importante.

Atentamente,
Marco Almeida
http://blog.com.pt
http://wonderm00n.blog.com.pt

 
At 5:28 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Ups...Soa-me a Master Burro aqui!! LOLOLOLOLOLOLOLOLOL

 
At 5:57 da tarde, Blogger Master Minder said...

Essa é gira e fez-me rir. A mim, soa-me antes a uma sociedade que se está a comer a si própria num gesto canibal. Mas... ó pá... para te rires tanto deves estar chateado com alguma coisa... Será que eu disse algo com que não concordas e toda a gente tem que concordar contigo? É que, por falar em canibalismo, ditadorezinhos mentecaptos comem-se todos os dias ao pequeno-almoço... e daí, não... Demasiadamente amargos! LOLOLOLOL

 
At 8:23 da tarde, Blogger Zézinha said...

Tanguinho Master, querido, não fique triste por a sua tentativa de censura não ter resultado, afinal ainda estamos num país livre, apesar da prostituição não estar ainda legalizada, mas tenho fé que lá chegaremos. Quero que saiba que não guardo contra si qualquer tipo de ressentimento, e a minha oferta de lhe tirar essas ânsias ainda está de pé, como tenho a certeza que a sua piçinha também está de cada vez que visita o meu blog. Um beijinho grande, querido, a Zézinha tem muita estima por si, e até já lhe dedicou um link no seu blog. E agora vou trabalhar, que tenho um grupo de empresários do Algarve à minha espera no Colombo.

 
At 8:26 da tarde, Blogger Zézinha said...

Como o querido costuma dizer, "it takes two to tango", e se o querido quiser que seja eu a "dançar o tango" consigo, saiba que não precisam de ser apenas dois, podem ser três, quatro, cinco, o que o querido quiser, tenho muitas amigas e até amigos, se for isso que o querido gosta, dispostos a dançar consigo. E tudo de borla. Não faço por menos, olhe que tem aqui na Zézinha uma grande amiga, daquelas que chupam até o querido se vir as vezes que quiser. Beijinho na ponta da picinha.

 
At 9:42 da tarde, Blogger Master Minder said...

Não te respondo mais aqui, minha cara. Não dialogo com gajas reles, animalescas, subhumanas. Ou paneleiros reles, animalescos, subhumanos. Seja lá o que fores. És, de facto, uma puta. Não só puta que abre a cona a quem lhe pague como puta a todos os níveis. Ainda por cima, não percebes nada do que seja censura ou liberdade ou democracia, para ti passa-te tudo ao lado, porque essas coisas estão, para ti, todas no teu umbigo degradado que pertence a todos. Tens um lugar reservado no inferno e não serei eu quem intercederá pela tua alma podre. Para mim, não és nada. Irritas-me um pouco com tanta estupidez e tanta maldade. Mas passa... Por outro lado, és um livro aberto para que toda a gente veja o tipo de criatura que és. Vai gozando enquanto podes porque posso-te garantir que não vai durar para sempre. Ciao.

 
At 11:26 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Porra!

 
At 9:10 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Master: Não querendo meter o bedelho...Um blogue é o que o dono quiser. Tu é que tentaste censurar um comentário feito em teu nome. Não interessa quem tenha sido. Se tu, se outra pessoa. Não interessa. Bastava teres dito: Esse comentário não é meu. E estava resolvido. Não há necessidade de apelares ao dono de um blogue para apagar o que quer que seja. Estás a dar valor a algo tão irrisório que só apetece dizer: Get a life! O mundo não é só internet. Preocupa-te com coisas mais sérias do que discussõezinhas acerca de comentários ou perdas de template. E se soubesses assim tanto de blogues, saberias que é um mundo onde a censura, e os deletes são usados já em desespero. Porque não se tem estômago para discutir...

Zézinha, filha, eu nem me gosto de meter nos assuntos dos outros e...É mentira! Eu gosto mesmo de meter o bedelho. LOLOLOL

 
At 11:01 da manhã, Blogger Master Minder said...

Gostas, gostas de meter o bedelho... Anonimamente... Tudo bem.

Essa conversa da censura já me causa uma certa impressão... Mas será que alguém aqui sabe o que é censura? Não, meu caro, não tentei censurar coisa nenhuma. Pedi apenas para que se apagasse algo que me referia (uma brincadeira de mau gosto, não um ataque cerrado, porque a minha única inimiga jurada deve ser a Zezinha, suponho)e continuo a achar que, havendo alguma noção de solidariedade era o que se faria. Eu fá-lo-ia em qualquer blog meu. Na boa. Mas não: é o papão da CENSUUUURA! E mais o bate-pé do "quem manda no meu blog sou eu". Não me aperece que nada disso tenha o que quer que for de positivo. Em vez de se fazer da blogolândia uma espécie de imprensa livre, faz-se dela uma bandalheira total onde cada um pode lançar bombas a quem quiser, como putos numa luta de almofadas mas tratando-se de algo mais sério (porque não sei, caso tenhas um blog, como é que o fazes. Talvez tu gostes de fazer coisas sem seriedade. Eu também. Mas se faço um blog, não é assim tanto sem seriedade - porque me dá trabalho e poderia estar a fazer outra coisa qualquer).

De resto, é claro que não bastava dizer "esse comentário não é meu". É óbvio que o comentário não era meu. Regra geral, não me escondo atrás do anonimato. E quando o faço, qualquer pessoa com dois dedos de testa vê onde estou, porque eu não o torno difícil de entender.

Quanto ao irrisório das coisas, sabes como é... Se te cortares é a ti que te dói. Para os outros, não passa de algo que se resolve facilmente com um band aid.
De resto, I really have a life. E bem completa. Como não gosto assim tanto de meter o bedelho, nem sequer me achego a insinuar que poderás estar a falar de ti mesmo. Até porque nem sequer te conheço...

Cumps

 
At 11:48 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Apanhaste-me! Eu não tenho vida exterior à blogosfera ou à internet. Confesso.

E confesso também, tenho um bedelho enorme!

 
At 12:18 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Não tenho vida, a sério que não tenho vida além da net. Mas eu tive um blogue há uns anos (há uns 2) e tinha mais visitas num dia, do que tu numa semana.

Isso só prova que a noção de qualidade dos leitores continua em cima. Ou isso ou a noção de INTERESSE...

Props.

 
At 2:33 da tarde, Blogger Master Minder said...

Mais um que gosta de mandar os bitaites que lhe apetecerem mas não consegue ter qualquer poder de encaixe, nem sequer quando se trata de uma resposta suave a um bitaite por ele mesmo mandado... Começo a ficar cansado de tanta guerrilha imbecil. Se um dia destes deixar o It Takes Two não será por não ter leitores (porque eu não escrevo coisas que agradem a gregos e troianos, nem pretendo fazê-lo - já agora, para que eu possa avaliar essa qualidade toda, terias coragem de me indicar qual era o teu blog? e, na verdade, nem pela Zézinha, mas sim porque se começa a parecer demasiadamente com uma coisa para putos e talvez eu tenha mais que fazer. Tanto mais... Fica em paz, meu irmãozinho. Que Deus te acompanhe e amén.

 
At 2:54 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Tens muita razão.

Isto já parece briga de putos.

E não. Não tenho coragem para te dizer qual foi o blog.

Tenho medo de ser identificado e depois me ponhas um processo no google. É que não me posso dar ao luxo de perder as minhas pesquisas de sexo.

E rematando esta conversa que se prolongou mais do que necessário, obrigado por me dares uma oportunidade de ter uma discussãozinha engraçada por aqui.

E logo eu, que nem tinha nada a ver com isto! Mas só me meti por causa das ameaças de processo no blog.pt e no google. Eles tão-se a cagar para pormenorezinhos desses de comentários aqui ou ali, ou ataques onde se perdem templates.

Beijinhos e abraços para todos, um aperto de mão para ti. Fica bem.

 
At 3:13 da tarde, Blogger Master Minder said...

Bom, estamos a ocupar espaço que não é nosso com coisas que nada têm a ver com este blog, pelo menos directamente. Além do mais, podes ter a certeza que não sou nenhum maníaco dos processos nem do controlo. Se alguma vez tivesses chegado a ler o meu blog com olhos de ler, saberias disso à primeira. Agora, eles estão-se a cagar? Acho que não deveriam. No anarquismo (tão, mas tão longínquo, porque pressupõe muito civismo, natural civismo) até acredito. Na anarquia, definitivamente não. E é disso que se trata: anarquia. O género de anarquia que, aliás, faz do nosso país a beleza que é: ninguém sabe de nada e ninguém é responsável por coisa nenhuma. Poder-se-ia dizer que, pelo menos em certos aspectos, Blog.com.pt e Google não servem para nada e mais valia não existirem - tal como um Estado que se demite das suas funções, um professor que não ensina, um aluno que não aprende, um médico que não faz tudo para curar, um pai que não educa, etc., etc., etc.

Quanto ao teu blog e uma vez que não pretendo processar-te por coisa nenhuma, sempre gostaria de conhcer esse blog tão famoso e que tantos visitantes tinha e hás-de reconhecer alguma validade a isso. Mas, sabes (e não digo que seja o caso do teu blog, porque nem sequer faço ideia do que seja), quantidade não é qualidade e o interesse é uma noção subjectiva. Há blogs cheios de visitantes que não me dizem nada ou pouco e blogs apenas relativamente frequentados a que reconheço valor. E então? Qual será o meu percurso? Terei eu capacidade para fazer o meu próprio julgamento, guardando-o para mim?

Cumps

 
At 10:58 da tarde, Anonymous Anónimo said...

É pá, não achei nada insultuoso, o comentário do anónimo, aquele que vinha em inglês, e referia-se num sentido abstracto de chalaça. Ora o menino ficou ofendidissimo e decidiu medir, mostrar forças, de uma forma mto pueril, quanto a mim. O despreso ou indiferença, quando incomodados, por vezes é mesmo o melhor. Mas continuo a dizer , não atingi o incomodo do master sinceramente. acho que fez a festa, lançou os foguetes e apanhou as canas, enquanto a malta fumava um cigarrito tranquilamente.
Tb não percebo pk se insulta a autora, ou autor do blog. Só vem cá quem quer. Mais a mais, o blog tem a sua originalidade, e algum conteudo, visto que a escrita até tem capacidade para prender, tornando-se interessante.
O que eu acho é que mto boa gente, com blogs lindos e fofos, com gifs lindos, e frases feitas de encantar, precisa de espaços destes para desabafar um pouquinho. O que é mais uma prova ou de adolescência ou faltinha de chá. Mais a mais parti-me a rir com os comentários que foram cá feitos, tanta coisa no mundo e deram-se mesmo ao trabalho. Coisa que inclusivé eu estou a fazer, nem preciso que mo digam.
E agora, o real comentário, que o resto foi treta ( para combinar um bocadinho)
Ó zézinha, acho interessante este espaço, tens mais conteudo do que parece. Continua sempre que possível, claro, que isto a vida , não saõ os blogs.
Perdoa-me mas terei que por isto anónimo, pois não estou para aturar o menino, no meu blog, feito melga. Birras tenho eu em casa, dos filhos. Um beijo a todos, e desejos de boa disposição e mto sexo a todos, que é o que vai fazendo falta a mto boa gentinha ( sim, a mim faz ).
Só queria ainda salientar, que não disse nada no sentido de insultar fosse quem fosse, encarem mais como algo que diria aos meus filhos, se necessário.
Cumprimentos, Patrícia

 
At 2:12 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Ok. Então, numa de anónima também, só tenho a dizer que cada cabeça sua sentença. A mim parece-me discurso de Zezinha, lol! Mas quem sabe não me engano. De resto, as pessoas são capazes de avaliar pela sua cabeça, a cabeça de cima e isso, para mim, na minha humildíssima opinião, não diz grande coisa da autora ou autor deste blogue, mas cada um sabe de si. Beijocas.

Ana

PS - Eu não quero é a Zezinha a atirar com toda a sua falta de chá (estás a ver como as coisas variam?) para cima de mim, também tenho mais que fazer.

 
At 10:10 da manhã, Blogger Trimegisto said...

Eu que nunca fui às putas, confesso nunca ter necessitado, mas sempre me senti atraido por mulheres capazes de tudo e mais alguma coisa. A questão é a seguinte: Não serão as mulheres como os homens; as que falam muito são as que fazem menos? Será que a Zézinha faz de facto tudo o que afirma fazer? Ou simplesmente acalenta a esperança de um dia viver algo de verdadeiramente espantoso? Eu admito, este tipo de conversas deixam a minha líbido no red line mas isso talvez decorra do facto de já ter feito muitas loucuras e saber o bem que elas sabem (passo o pleonasmo!)

 
At 2:19 da tarde, Anonymous Anónimo said...

eu axo k deves ser é um ganda paneleirote k te vens td qd mandas bôcas porcas. mas ja vi k ñ postas dsd outubro, já deves ter morrido de sida!

 
At 10:13 da tarde, Anonymous Anónimo said...

FUCKJ YOU VERY MUCH....THE END !!!!

 
At 6:03 da tarde, Anonymous Anónimo said...

ói ... que parvoice e esta ??
era so de quem te dexe um gande estalo meu ....

tratares.t da cabexa nao ?? dava geito !!!

axas bem ?? valha me deus ...



trata.t sim ??

 
At 6:37 da tarde, Anonymous Anónimo said...

feliz natal! muitas pissas bem grossas por essa cona de puta acima e que cada espermatozóide traga uma molécula de sida.

 
At 2:06 da manhã, Anonymous Anónimo said...

sempre há cada merda na net, desde blogues de putas que destilam veneno e não são actualizados há anos!!! mas se calhar já estás morta de sida! ou és um gajo que não estou a ver uma gaja a escrever merdas destas nem que fosse a maior puta do mundo! enfim!

 
At 9:02 da tarde, Anonymous Caiu na net said...

kkkk gostei

 

Enviar um comentário

<< Home